RÁDIO AMBRÓSIO PUBLICIDADES

blog

blog

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Aécio Neves é alvo de nova fase da Lava-Jato nesta quinta

aécio nevesSegundo o jornal "O Globo", Aécio indicou um primo dele para receber o dinheiro. ( FOTO: Lula Marques/AGPT )
Menos de 24 horas após a revelação de gravações que comprometem o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), agentes da Polícia Federal e do Ministério Público Federal deflagraram, na manhã desta quinta-feira (18), mais uma fase da operação Lava-Jato. O alvo é o próprio senador mineiro e presidente do PSDB, além da irmã dele, Andrea Neves, e Altair Alves, homem de confiança do ex-deputado Eduardo Cunha, preso em Curitiba.
Segundo o portal G1, a ação a Polícia Federal diz ter autorização do Supremo Tribunal Federal (STF) para cumprir os mandados de busca a apreensão dos três investigados. As equipes deixaram a sede da PF, no Rio de Janeiro, por volta das 5h30 e se dirigiram a três endereços: em Ipanema, onde vive Aécio; em Copacabana, onde a irmã do senador tem apartamento; e na Tijuca, casa de Altair.
Denúncia
Executivos do grupo J&F, proprietário da marca JBS, afirmam que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi gravado pedindo R$ 2 milhões a um dos donos da empresa, Joesley Batista, para pagar sua defesa na Operação Lava-Jato.
LEIA TAMBÉM:
 
A gravação que supostamente compromete o senador Aécio Neves tem 30 minutos e foi entregue à Procuradoria-Geral da República (PGR). Deve integrar acordo de delação premiada, que aguarda homologação do ministro do Supremo Edson Fachin. Segundo o jornal "O Globo", Aécio indicou um primo dele para receber o dinheiro.
A Polícia Federal filmou a entrega do dinheiro e rastreou a propina por meio de marcadores eletrônicos. O dinheiro teria sido depositado em uma empresa do também senador tucano Zezé Perrella

Nenhum comentário:

Postar um comentário