RÁDIO AMBRÓSIO PUBLICIDADES

blog

blog

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Crato promove Dia D de Campanha de Vacinação contra a Gripe

Com o objetivo de atingir a meta de 90% do público-alvo definido para a imunização contra o vírus da Influenza (gripe), a Secretaria de Saúde do Crato, por meio da coordenadoria de imunizações, reforça a campanha nacional de vacinação contra a doença neste sábado (13), com a realização do Dia D de mobilização.
Essa mobilização tem o intuito de facilitar o acesso à imunização e aumentar a cobertura do público alvo. Foram disponibilizadas 34 salas de vacina nos postos de saúde, além de mais três pontos de apoio durante o dia, na Capela do Bairro Mirandão, na Prefeitura, e na Praça Siqueira Campos.
As equipes de imunização atuaram neste sábado, das 8h às 16h30, na zona urbana, e na zona rural, os postos de saúde funcionaram das 8h às 13h30min.
Segundo a Coordenadora da Imunização, Daniele Norões, a melhor ação de saúde é sempre a prevenção. "As pessoas precisam entender que a imunização é importante porque o vírus da doença está em circulação e o organismo necessita desse reforço anual para garantir a prevenção", afirma.
O prefeito Zé Ailton Brasil ressaltou a relevância da campanha para a população. “Precisamos nos prevenir e a vacina da gripe nos imuniza contra outras vulnerabilidades do nosso corpo. Portanto, é importante que a população alvo da campanha participe e se vacine”, disse o gestor cratense, que visitou alguns pontos de vacinação.
A campanha começou no dia 17 de abril e vai até o próximo dia 26 de maio. A vacina contra a gripe está disponível nos postos de vacinação para crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores, que são a novidade deste ano.

Gripe- Causada pelo vírus Influenza, a gripe é uma infecção do sistema respiratório e por mais que não seja considerada uma doença grave, pode levar à morte, sobretudo quando aparece associada a outras complicações mais graves, como traqueobronquite ou pneumonia, esta responsável por um grande número de internações hospitalares no país. A doença inicia-se com febre alta, em geral acima de 38 graus, seguida de dores musculares, de garganta e de cabeça e tosse seca. A febre é o principal sintoma e dura em torno de três dias. O Brasil é um dos poucos países a oferecer, desde 1999, a vacina gratuitamente, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo o Ministério da Saúde, a imunização anual pode evitar de 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da Influenza. O MS recomenda ainda que, em qualquer suspeita, o paciente procure imediatamente orientação médica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário